sexta-feira, 17 de junho de 2011

.

  Dois segundos longe de você, me fazem sentir calafrios de saudade, é eu sei, os sintomas da saudade não são exatamente esses, mas ficar longe do teu calor por muito tempo me causa um tipo de dor, uma dessas que ainda não foram detectadas por médicos cardiologistas. Sei também que nem sempre terei tua presença aqui para me confortar, para fazer pulsar meu coração mais rápido e mais lentamente, sei que tudo que o que construímos não pode ser derrubado com apenas uma palavra. Eu sei, sei de tudo isso, mas nada faz sumir com esse meu medo, esse que machuca, que mora no meu coração, que leva até minha mente a ideia de te perder, e muitas outras más ideias pro futuro. E o fato, de você não ter tempo pra mim, pra nós, me causa uma incerteza, que me assombra a noite, quando deito para dormir, e não consigo fazer nada além de construir um futuro para nós, dar nome, cores e vozes aos nossos filhos, aos nossos gêmios, e depois de muito imaginar, pego no sono ainda sem saber o motivo dessa tal falta de tempo que machuca nós dois. Eu sei, a escolha foi minha, eu escolhi você, por quem você é, pelos efeitos que você tem sobre mim, pelo amor que sinto, pelo amor que você me faz sentir, pelo peso que você tira de meus ombros, pelo brilho dos seus olhos, pelas palavras bobas que alegram meu dia mesmo de longe, tudo me faz te amar mais e mais, e nada nunca conseguirá, mudar os batimentos acelerados do meu coração em sua presença.

Nenhum comentário:

Postar um comentário